pensamento de natal...

Nunca desvalorizes ninguém!!
Guarda cada pessoa perto do teu coração!
Porque um dia podes acordar,
E perceber que perdeste um diamante!
Enquanto estavas muito ocupado a colecionar pedras...

Calcanhar de aquiles

Descoberto Calcanhar de aquiles do virus HIV

Variações específicas em três genes do cromossoma 6, que definem a identidade imunitária humana, parecem ter um papel importante na forma como as pessoas reagem numa primeira fase da infecção pelo HIV. Foi este o resultado do estudo realizado por uma equipa internacional de investigadores na área da genética, promovido pelo Centre for HIV/AIDS Vaccine Immunology e dirigido por David Goldstein, da Duke University na Carolina do Norte.

Segundo o artigo científico, os doentes com variações genéticas específicas, conhecidas por polimorfismos, em três genes do complexo de histocompatibilidade humana (HLA) - que permitem ao sistema imunitário identificar intrusos - parecem controlar de forma mais eficaz a proliferação do vírus após a infecção.

Dois desses genes, conhecidos por HLA-A e HLA-B, são desactivados pelo HIV quando ele entra no corpo, o que impede o sistema imunitário de reconhecer o vírus como invasor. No entanto, o terceiro - chamado HLA-C -, que não é desactivado pelo HIV-1, poderá constituir um novo alvo potencial para uma futura vacina.

“Como o HIV-1 parece ser incapaz de desactivar o HLA-C, o que não acontece como o A e o B, o HLA-C pode representar o calcanhar de Aquiles do HIV”, explica David Goldstein, director do projecto. “Como pessoas diferentes respondem de forma diferente às infecções, um melhor conhecimento de como os genes do sistema imunitário controlam as respostas as infecções deve ajudar-nos a desenvolver melhores tratamentos e vacinas mais eficazes”.

O estudo foi efectuado numa população de 486 indivíduos infectados com o HIV e com o registo de cargas virais (quantidade de vírus no sangue) nos primeiros estádios da infecção bem documentado, uma vez que este é um indicador da forma como o sistema imunitário dos pacientes consegue combater o vírus.

De acordo com o comunicado de imprensa do Duke University Medical Centre, os investigadores esperam que estas descobertas contribuam para o desenvolvimento de uma vacina que, aumentando os efeitos destes polimorfismos, ajude o sistema imunitário a superar uma infecção.

“Estes resultados não só multiplicam o nosso conhecimento dos factores que influenciam a variação na forma como os indivíduos controlam o HIV-1 mas apontam também para novos mecanismos de controlo”, disse David Goldstein.

“Estes resultados e futuros estudos desta equipa podem ajudar laboratórios em todo o mundo a fazer investigação no sentido de conhecer melhor o vírus”, acrescentou Barton Haynes, director do Centre for HIV/AIDS Vaccine Immunology.

O estudo foi publicado dia 20 de Julho, na revista científica "Science".

ensaio sobre cegueira

O vencedor do Prêmio Nobel de literatura, José Saramago, e o aclamado director Fernando Meirelles (O Jardineiro Fiel, Cidade de Deus) trazem-nos a comovente história sobre a humanidade. É uma investigação corajosa da natureza, sentimentos humanos como egoísmo, oportunismo e indiferença, mas também a capacidade de nos compadecermos, de amarmos.

O romance aborda a emergência de uma inédita praga de uma repentina cegueira abatendo uma cidade não identificada, inexplicável e incurável. Tal "cegueira branca" , assim nomeada pois as pessoas infectadas percebem em seus olhos nada mais que uma superfície leitosa — manifesta-se primeiramente num homem sentado no trânsito e, lentamente, espalha-se pelo país. Aos poucos, todos acabam cegos e reduzidos, pela obscuridade, a meros seres lutando por seus instintos. À medida que os afectados pela epidemia são colocados em quarentena, em condições desumanas, e os serviços estatais começam a falhar, a trama segue a mulher de um médico, a única pessoa que não é afectada pela doença que cega todos os outros.

O romance mostra o desmoronar completo da sociedade que, devido á cegueira, perde tudo aquilo que considera como civilização e, (tal como em A Peste, de Albert Camus) mais que comentar as facetas básicas da natureza humana à medida que elas emergem numa crise de epidemia, Ensaio sobre a cegueira mostra a profunda humanidade dos que são obrigados a confiar uns nos outros quando os seus sentidos físicos os deixam. O brilho branco da cegueira ilumina as percepções das personagens principais, e a história torna-se não só um registro da sobrevivência física das multidões cegas, mas também das suas vidas espirituais e da dignidade que tentam manter. Mais do que olhar, importa reparar no outro. Só dessa forma o homem se humaniza novamente.




"Por que foi que cegámos??? Não sei, talvez um dia se chegue a conhecer a razão, Queres que te diga o que penso??
Diz, Penso que não cegámos, penso que estamos cegos, Cegos que vêem, Cegos que, vendo, não vêem".


in: http://www.ensaiosobreacegueirafilme.com.br/main.php

Halloween












Quando os celtas inventaram o Halloween, a tradição não era comer guloseimas nem fantasias de bruxas. O objectivo era celebrar o começo do inverno e homenagear os espíritos dos mortos.

Na região da atual Irlanda, há aproximadamente 2 mil anos (data estimada pelos historiadores), os celtas comemoravam o ano novo no 1º de novembro, data que também marcava o fim da estação quente. Eles acreditavam que, na véspera, chamada de “Samhain”, o mundo dos vivos e dos mortos se mesclava. A festa do “Samhain” incluía o sacrifício de animais e uma grande fogueira em homenagem aos mortos.
O cristianismo é que teria injectado o ar “diabólico” ao Halloween, já que associava espíritos e fantasmas ao paganismo e ao mal.
________________________________________
“O Halloween como o conhecemos hoje vem da época em que os missionários cristãos tentaram mudar as práticas religiosas dos celtas”. Para substituir a festa pagã do “Samhain” por uma comemoração cristã, a Igreja Católica determinou que o 1º de novembro seria o Dia de Todos os Santos (All Saint’s Day), também chamado de All-hallows. A véspera, portanto, era chamada de All-Hallows Eve, que depois virou Halloween.

Antropoceno















A nova época - Anthropoceno - representa o período em que os Humanos se tornáram a força predominante no planeta.
A marca do Homem no planeta já deixou a sua «assinatura» fossilizada e diferente de qualquer outro que pode ser encontrado. Chegou a hora da responsabilidade para com o nosso pequeno mundo.

a não perder...

Um mês e picos...

Esquecer alguêm...

Então era assim que se esquecia alguém afinal...
Pegas em todo amor que sentes e guarda bem guardado lá no fundo, que nem tu mesmo consigas achar...
Então, vive todos os dias. Acorda, esforça-te para não lembrares como era bom acordar e ter alguem a dormir ao teu lado. Esqueçe isso, sacode o sono e levanta te, rápido para não dar chance de te lembrares de mais e mais....
Prossegue.Café da manhã. Toma rapidamente um copo de café BEM FORTE, e procura fingir que não gostavam do café do mesmo jeito: forte e sem muito açúcar. Não coma. Passe longe da padaria em que acabou de sair o pão quentinho ,a fome ajuda a pensar em outra coisa.
Vái trabalhar. Enlouquecidamente no trabalho, entope-te de atividades, até o mais tarde que puderes, para simplesmente não ter tempo de te sentires chateado pq o telefone não toca para dizer: “bom dia meu amor, boa tarde meu amor, hora azul meu amor, boa noite meu amor, amo-te, meu amor” e chega em casa exausto, toma um banho rápido, come alguma coisa, pq fome não deixa dormir e se não dormir, vai pensar em que? Necessariamente em sexo. Não qualquer sexo. No BOM e MELHOR sexo com alguém que te ame pode oferecer...

Pratica atividades físicas, sempre que puderes e onde puderes. Aliás, vá para o trabalho a caminhar, todos os dias...
Não vás ás cidades onde foram juntos, muito menos em lugares especiais para vocês dois, apaga tudo o que fizeste nos últimos tempos: teatro, festas,cinema, piqueniques (ou que queria muito ter feito), concertos, óperas, passeios, faz de conta que não aconteceu. Pronto!
Agora um factor importante: músicas. Jamais ouças o “Meddle” dos Pink Floyd. Não te tortures a ponto de ouvir “I can’t make it anymore”do Richie Havens. Dificilmente vais conseguir ouvir alguma e não chorar, mas, chorar causa rugas, então... Melhor sorrir. Vái para um bar e após o 5o. copo vais te sentir melhor. Com certeza.Vái somente com pessoas que podes confiar totalmente: os amigos próximos, os melhores. Somente eles vão agüentar até o fim da noite quando começares a falar sem parar o quanto amou e ama e vai amar pra sempre, e que quer entender (o que?)....
Não te esqueça de separar todas as fotos, presentes, lembrancinhas, amores, vidas, e guardar em uma única caixa, e , entregá-la para alguém com juízo suficiente pra nunca lhe devolver. Nunca não, nunca é muito... Até passar... Até ser uma doce lembrança (dizem que acontece).
Existe uma recaída quando se completa um mês do desenlace, esta hora é a hora de ficar sozinho. Mesmo. E acabar de chorar e sofrer por que afinal, não se perde um amor todos os dias.
Então dorme, até amanhecer. A noite toda!!! Descansa!!Mereces!
Depois, pensa em tudo o que recordas-te.
Junta as coisas boas. Guarda!
As más, deita fora.
Continua.
Recomeça.
O amor vale a pena!
Tente outra vez!

Em coimbra ...




Olhar o longe . olhar o antes é um espectáculo transdisciplinar que tem por tema a Astronomia e que decorre em dois locais simultaneamente como forma de sublinhar as condições de distância entre observador e observado habitualmente existentes nas observações astronómicas.


A assistência ao espectáculo no local de cota mais baixa é gratuita.

A assistência ao espectáculo no local de cota mais elevada custa 5000€ (apenas uma pessoa por apresentação, mediante marcação prévia).

Quem assistir ao espectáculo no local de cota mais baixa poderá assistir igualmente à acção a decorrer no local de cota superior a olho nu, à distância, pois os dois locais ficam em linha de vista e, adicionalmente, através das imagens captadas por um telescópio e parcialmente projectadas num écran.

I miss them...


Queer as Folk é o nome de duas séries televisivas dramáticas de sucesso, criadas por Russell T. Davies.
O nome da serie é uma brincadeira com um ditado inglês, de "ninguém é tão estranho como nós" ("nobody is so weird as folk"), para "ninguém é tão gay como nós" ("nobody is so queer as folk").
Conta a história de cinco homens gays e uma casal de lésbicas que viviam em Pittsburgh, Pennsylvania.


Este serie é um marco na luta dos direitos GLBT, pois investe numa trama sem cunho pornográfico ou apelativo, mostrado homossexuais como pessoas normais, vivendo o seu dia-a-dia. As dificuldades e conquistas desta comunidade são brilhantemente retratadas.

Vamos Explodir!!!?












Artur e os Minimeus é um filme de animação, francês, baseado nos livros de aventuras com o mesmo nome, de Luc Besson.

Férias!!

Amei...Deolinda!!

rainbow

paz!

feriasssssssssss
BOOM..........
paz!! paz!! paz!!

ANDAKATU

saturday night alcoolic

Agua Benta - Abrantes

PRIDE 2008

a workarrrrrrrrr!!!!












Heheheh today estoy trés content!!!
Mesmo em dificuldades faço um optimo trabalho!!!
Não é todos os dias que se tem um tão bom feedback!!!
Adoro-meeeeeeeeee!!!!
hahahhaha

Feira Mostra Mação


15.ª Feira Mostra

No fim-de-semana a seguir ao Mação Total, dias 4, 5 e 6 de Julho, decorre a Feira Mostra. A Feira apresentara perto de 60 expositores e oferece 8 espaços de restauração.

No dia 4 de Julho a Feira abre às 17 horas com a Banda da Filarmónica União Maçaense. Pelas 21h30 actua o Grupo de Dança “Os Maçaenses” e, pelas 23 horas, o artista FF.

Sábado, 5 de Julho a Feira abre pelas 16 horas. Terá lugar, pelas 17 horas, a final da Taça do Concelho em Futebol. Pelas 21h30 actua o Grupo de Cantares “Os Maçaenses” e, pelas 23 horas, terá lugar um excelente concerto de Pedro Abrunhosa.

No domingo, último dia do evento, a manhã começa com um passeio BTT Etno Arqueológico organizado pelo Museu Municipal. A concentração está marcada para as 9 horas junto ao Museu.

À noite, pelas 21h30, actua o Grupo de Cantares da Serra e, uma hora depois, chegam as VAMP a abrir o espectáculo do conhecido artista Emanuel.

O encerramento da Feira, pela meia-noite e meia, brindará os visitantes com um espectáculo de Fogo de Artifício.

Nos dias da Feira o habitual comboio turístico transportará os visitantes pela Vila. Mais informações disponíveis em www.cm-macao.pt

I never there...

Dead Combo

DEAD COMBO - dupla portuguesa volta ao asfalto para mais uma série de espectáculos. Portugal e Galiza constituem os destinos de Pedro Gonçalves e Tó Trips.

http://www.deadcombo.net/





"Playboys e ancas jeitosas, marinheiros e oficiais despenteados, urbanos e campónios, populares e clássicos, modernos e antigos, bêbedos e alegres, tristes e melancólicos, uns dançam, outros tocam, alguns vivem, uns são convidados, outros aparecem por lá e todos fazem parte dessa mesma eternidade. Uns ficam, outros já se foram.

Com o subir da lua chega a hora do adeus, dos beijos, das facadas, dos abraços e das desgraças, as luzes apagam-se, a algazarra dissipa-se, o som do baile entregou-se às gaivotas, o cheiro da ria invade as ruas até cá cima, e ao longe, no silêncio, navegando sob águas calmas, o Lusitânia partiu.
Uma silhueta negra acabou de passar a barra, é um barco, que ninguém sabe para onde vai.”

O novo registo dos Dead Combo, "Lusitânia Playboys", contêm 15 faixas que nos levam a viajar, uma vez mais, por territórios alguns dos quais ainda desconhecidos do viajante habitual. Temas como "Desert Diamonds/Enraptured With Lust" transportam-nos para uma Nova Iorque dos anos 70, "Cuba 1970" passa pela ilha nos anos quentes da revolução, ao passo que "Canção do Trabalho D.C." nos leva à ruralidade interior de um Portugal desconhecido.

sabor a vermelho quente!!!

"A felicidade só é verdadeira quando é partilhada. "

Deuses Sem Nome na Europa


A exposição “Deuses Sem Nome” está patente no Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado, em Mação. Esta é uma exposição de arte rupestre no âmbito do projecto Paleopantheon.
Este projecto procura apresentar alguns exemplos paradigmáticos no tempo da pré-história na Europa tendo como objectivo tornar acessível e visível uma componente muito importante do passado comum da Europa.
A exposição apresenta imagens de gravuras míticas alusivas a Deuses na Europa realçando a importância de se perceber a arte rupestre, nomeadamente esta área peculiar da pré-história referente aos Deuses sendo que ainda só foi possível identificar o Deus Cernunnus. De facto, não se tratando, ainda, de religião a sua base será desta época.

Data da Publicação 18.03.2008

Fabuloso...





















O Museu de Arte Contemporânea de Serralves faz parte de qualquer guia sobre a cidade do Porto, já que é considerado um espaço de referência, a nível internacional, no que diz respeito a mostras de arte contemporânea. Mas, ainda assim, não podemos deixar de dar ênfase especial ao local de excepção que o edíficio que o alberga é, como extraordinária obra de arquitectura nascida do desenho de uma mão madura e muito humana: a de Siza Vieira.
Traços longos de uma solene grandeza conjugados com o intimismo da enorme delicadeza dos pormenores, da aparência simples dos materiais à harmonia da luminosidade nas transições dos espaços que percorremos, que nos transmite uma experiência única de leveza e desprendimento em simultâneo com o respeito e admiração pela imponente obra do artista.









Serralves está em festa pela quinta vez: «a quinta edição do Serralves em Festa realiza-se a 7 e 8 de Junho de 2008, durante 40 horas consecutivas. Este ano são apresentadas cerca de 80 actividades, nas áreas da música, ópera, dança, performance, teatro, novo circo, leitura, cinema, vídeo, fotografia, oficinas, visitas orientadas, exposições. Estarão em Serralves mais de 300 artistas, em mais de 200 momentos de apresentação.»

I FOUND...

I´m seek!!

Vila Real



PEQUENO














Um floco de neve no sitio errado, pode iniciar uma avalanche!!!
finalmente chegou o verao!!!!

churrascos...













A vida é um churrasco!!
Ou nao estas pronto pa comer ou estas queimado demais!!!!

palavras para que...











Ansiosamente a espera!!!!!!!
o cartaz ja esta a sair ...a vibraçao esta a chegar!!!

DIDH














Declaração Internacional dos Direitos do Homem

Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e também o direito de procurar, receber e distribuir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias, por qualquer meio de expressão. Artigo 19 - adoptado pela Assembleia Geral da ONU, em Paris, a 10 de Dezembro de 1948

Defenitivamente EU

Surpresa!!!



Nao era uma ...foram 6!!!

pontes ocreza