eNeRGIA nUcLeaR

Como todos sabemos, a energia nuclear é uma das alternativas energéticas mais debatidas no mundo: comenta-se, entre outros tópicos, se valerá a pena implementar centrais de produção nuclear ou se devemos apostar noutro tipo de energias que sejam renováveis, pois como sabemos a energia nuclear não é renovável, uma vez que a sua matéria-prima são elementos como o urânio, extraídos de minerais.

Apresentam-se aqui algumas vantagens e desvantagens:

Vantagens:

A principal vantagem da energia nuclear é a não utilização de combustíveis fósseis. Considerada como vilã no passado, a Energia Nuclear passou gradativamente a ser defendida por ecologistas de nome como James E. Lovelock por não gerarem gases de efeito estufa. Estes ecologistas defendem uma viragem radical em direcção à energia nuclear como forma de combater o aquecimento global.

Em comparação com a hidroelétrica, a geração de energia a partir da energia nuclear apresenta a vantagem de não necessitar o alagamento de grandes áreas para a formação dos lagos de reservatórios, evitando assim a perda de áreas de reservas naturais ou de terras agricultáveis, bem como a remoção de comunidades inteiras das áreas que são alagadas. Outra vantagem da energia nuclear em relação à geração hidroelétrica é o fato de que a energia nuclear é imune a alterações climáticas futuras que porventura possam trazer alterações no regime de chuvas.

- não contribui para o efeito de estufa (principal);

- não polui o ar com gases de enxofre, nitrogénio, particulados, etc

- não utiliza grandes áreas de terreno: a central requer pequenos espaços para sua instalação;

- não depende da sazonalidade climática (nem das chuvas, nem dos ventos);

- pouco ou quase nenhum impacto sobre a biosfera;

- grande disponibilidade de combustível;

- fonte mais concentrada de geração de energia

- quantidade de resíduos radioactivos gerados é extremamente pequena e compacta;



- tecnologia do processo é bastante conhecida;

- o risco de transporte do combustível é significativamente menor quando comparado ao gás e ao óleo das termoelétricas;

- não necessita de armazenamento da energia produzida em baterias;

Desvantagens:

- necessidade de armazenar o resíduo nuclear em locais isolados e protegidos; esta desvantagem provavelmente durará pelo menos uns 30 anos, a partir de quando já se esperam desenvolvidas tecnologias para reciclagem e reaproveitamento dos resíduos radioactivos.

- necessidade de isolar a central após o seu encerramento;

- os resíduos produzidos emitem radiactividade durante muitos anos;

- dificuldades no armazenamento dos resíduos, principalmente em questões de localização e segurança;

- pode interferir com ecossistemas;

- grande risco de acidente na central nuclear.

Observação:

Ao contrário do que muita gente pensa, a energia nuclear não é uma energia suja; os impactos ambientais causados pela deposição do resíduo radioactivo não são muito maiores que os impactes do lago de uma hidroeléctrica.

O QUE É A ENERGIA NUCLEAR?

Dá-se o nome genérico de energia nuclear a toda a energia associada às modificações da constituição do núcleo de um átomo. Esta energia pode ser libertada durante um processo de desintegração radioactiva ou libertada ou absorvida em consequência de uma reacção nuclear. A cisão (fissão) nuclear é o processo de geração de energia através da desintegração de um átomo de um elemento pesado (como, por exemplo, urânio ou plutónio). Esta energia provêm de reacções do tipo das que ocorrem nas actuais centrais nucleares.

A descoberta da cisão nuclear foi anunciada por L. Meitner no início do ano de 1939. O primeiro reactor de cisão nuclear foi construído em Chicago por uma equipa dirigida por Fermi e começou a operar em 2 de Dezembro de 1942.

Cerca de 200 centrais termonucleares estão actualmente em operação na Europa, produzindo uma parte significativa da energia eléctrica. Existem Países (como, por exemplo, a França e a Lituânia) onde a energia nuclear satisfaz mais de 70% das suas necessidades energéticas (a França possui cerca de 60 centrais nucleares).

Portugal não possui nenhuma central termonuclear. Existe, apenas, um reactor de investigação (o Reactor Português de Investigação) em operação no Instituto Tecnológico e Nuclear (www.itn.pt)

OS REACTORES TERMONUCLEARES SÃO PERIGOSOS?
Os reactores de cisão nuclear são projectados no cumprimento rigoroso de regras muito exigentes impostas pelas Entidades Licenciadoras. Contudo, estes reactores têm os perigos potenciais de qualquer instalação experimental, incluindo o factor humano.

Os acidentes verificados até agora em centrais nucleares não são muito frequentes, embora nalguns casos (como, por exemplo, em Chernobyl) as suas consequências para as populações e o ambiente tenham sido devastadoras.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_nuclear#Aplica.C3.A7.C3.A3o_civil

Sou assim!

letra da Parva - Deolinda

Deolinda - Parva que sou


Música e letra: Pedro da Silva Martins



Sou da geração sem remuneração

e não me incomoda esta condição.

Que parva que eu sou!

Porque isto está mal e vai continuar,

já é uma sorte eu poder estagiar.

Que parva que eu sou!

E fico a pensar,

que mundo tão parvo

onde para ser escravo é preciso estudar.



Sou da geração ‘casinha dos pais’,

se já tenho tudo, pra quê querer mais?

Que parva que eu sou

Filhos, maridos, estou sempre a adiar

e ainda me falta o carro pagar

Que parva que eu sou!

E fico a pensar,

que mundo tão parvo

onde para ser escravo é preciso estudar.



Sou da geração ‘vou queixar-me pra quê?’

Há alguém bem pior do que eu na TV.

Que parva que eu sou!

Sou da geração ‘eu já não posso mais!’

que esta situação dura há tempo demais

E parva não sou!

E fico a pensar,

que mundo tão parvo

onde para ser escravo é preciso estudar.